Desmobilização de frotas: quando atualizar a sua frota de veículos
27 de setembro, 2023 1288
Gestão de Frotas
Artigo Artigo

Desmobilização de frotas: quando e como atualizar a sua frota de veículos

A desmobilização de frotas é o processo de retirar um veículo da operação de uma empresa. Isso pode ser necessário por diversos motivos, como o desgaste natural do veículo, o término de sua vida útil ou uma mudança nas atividades da empresa.

Esse ato é um componente importante da gestão de frotas, permitindo que as empresas mantenham suas frotas atualizadas e eficientes. Por sua vez, isso pode resultar na redução de custos e na melhoria da produtividade.

Mobilização e desmobilização de frotas

A mobilização da frota acontece quando uma empresa está integrando novos veículos para realizar suas operações. No entanto, a mobilização não envolve apenas a aquisição dos ativos, mas também sua adaptação aos padrões de uso da empresa, que pode incluir adesivação e instalação de dispositivos tecnológicos para rastreamento e monitoramento.

Por outro lado, a desmobilização é o oposto, pois envolve a retirada de veículos de uso da empresa.

O que é desmobilização de frotas?

A desmobilização da frota é o processo de retirar um veículo de uso quando ele não desempenha mais seu papel de maneira eficaz. Isso pode ocorrer quando uma empresa deseja reduzir sua frota ou encontrar maneiras de economizar.

É essencial que esse processo seja conduzido de forma estratégica e organizada, evitando impactos negativos na empresa e considerando práticas sustentáveis.

Geralmente, os veículos são retirados quando não podem mais ser reaproveitados, por isso, a desmobilização de frotas deve ser planejada com cuidado e responsabilidade.

Por que a desmobilização de frotas é importante?

A desmobilização de frotas é importante por dois motivos principais:

  1. Para a empresa

Um veículo pronto para ser desmobilizado normalmente acarreta custos elevados e eficiência operacional reduzida. Isso resulta em um consumo de combustível, e pode também causar paradas não planejadas e indesejadas nas operações da frota.

  1. Para a sustentabilidade da frota

Veículos em condições de desmobilização tendem a ter um impacto ambiental negativo. Eles emitem mais poluentes durante a queima de combustível e podem apresentar problemas como vazamentos de óleo. 

Também podem causar desconforto e estresse aos motoristas, por terem condições precárias de rodagem, além de prejudicarem a reputação da empresa.

As práticas ESG (ambientais, sociais e governamentais) abordam todos esses aspectos. Portanto, cuidar adequadamente dos veículos e realizar a desmobilização quando necessário contribui para um mundo mais sustentável e para a adequação ESG da frota da empresa.

Passos essenciais para a desmobilização de veículos

Avaliar a conservação dos veículos da frota

A desmobilização de veículos da frota não segue um cronograma fixo. A inspeção dos veículos deve acontecer regularmente, e a decisão de desmobilização é baseada na avaliação contínua da conservação ao longo do tempo.

Indicadores como Tempo Médio entre Falhas e Custo de Manutenção sobre Valor de Reposição ajudam a determinar a frequência de problemas e se os custos de manutenção são aceitáveis.

Estabelecer os parâmetros para a desmobilização

Definir critérios claros para a desmobilização é essencial. Parâmetros como vida útil, quilometragem, custos de manutenção e estado geral de conservação devem ser considerados. 

É importante realizar a vistoria de desmobilização usando um checklist específico que pode ser realizado com os veículos. Dessa forma, você irá analisar os dados preenchidos para identificar veículos prontos para a desmobilização.

Entender como a desmobilização irá afetar as operações da frota

Qual o papel do veículo que passará pela desmobilização? Se o veículo for essencial, um plano de substituição deve estar em vigor para manter a frota eficiente. Caso contrário, o veículo pode ser desmobilizado sem impactos relevantes.

De maneira geral, é preciso entender qual o papel desse veículo e como a sua operação será afetada caso a desmobilização de frotas aconteça.

Encontrar o destino de cada veículo

Os veículos desmobilizados podem ser vendidos, leiloados, ou repassados. 

Em alguns casos, peças podem ser vendidas separadamente, e os restos podem ser encaminhados para reciclagem, seguindo regulamentações como a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que determina o retorno de itens como pneus e óleo aos fornecedores quando possível.

Qual a melhor estratégia para otimizar a desmobilização de frotas?

O processo de desmobilização de frotas deve ser contínuo. Monitorar os veículos e suas condições é essencial para determinar quando está na hora de retirá-los de operação.

Por isso, uma das principais estratégias é você ter já no seu planejamento de frotas todas as ações e atividades necessárias para que a avaliação de retirada dos veículos aconteça periodicamente. 

Estabeleça critérios claros para a desmobilização e assegure que todos na equipe estejam cientes deles. Quando os critérios são alcançados, os responsáveis devem notificar o gestor.

É ainda mais eficaz ter indicadores que sinalizem quando um veículo se aproxima do momento de desmobilização. Isso permite que você se planeje e ainda não seja pego de surpresa por um veículo no qual sua operação deve se desfazer.


Para receber algumas orientações mais detalhadas sobre como planejar eficientemente sua frota, baixe nosso guia de planejamento de frotas gratuito.